Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pânico no ar!

Daquilo que tanto pedes, impedes depois,
Vestes de dramas passados sempre presentes,
Traças disputas em meios complicados,
Em nada favoreces nos reclamos constantes,
Pensas o presente como amargo para o futuro,
Pouco vês que o agora ainda melhorará,
Põe-te um sorriso pelo rosto então,
Vislumbres tantos bens que ora tens,
Sabes que bem mereces muito mais,
Tamanhos os esforços produzidos,
Por ventura, não estão bem resolvidas,
Perplexidades ou ocorrências outras,
Uma sorte madrasta, u m tempo de secura,
Tempos aflitivos no frigir dos ovos,
Portas mal abertas, outras sempre fechadas,
Muitas respostas negativas pelo ano,
Acertos & muitos erros que cometi,
Não justificam só encontrar lágrimas!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 19/11/2006
Código do texto: T295210
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120253 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 12:04)
Peixão