Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Livre Poetar


Todo poeta tem candura
Tem falta de compostura
Todo poeta é muito atrevido
Fala da vida sem ter vivido
 
Todo não poeta é chato
Põe defeito, dá ultimato
Morre de ciúme do poeta
Pois é quadrada sua meta
 
O poeta é único em sabedoria
Rima com estrelas com a vida
Até na tristeza, ele vê poesia
 
Brinca de cores, pobre eremita
Que se prende em vãs teorias
Morre sem viver o troglodita
 
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 19/11/2006
Código do texto: T295697

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55635 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:45)
Angélica Teresa Almstadter