Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM POETA QUANDO MORRE

Lílian Maial



Um poeta quando morre
É igual a qualquer um
Deixa dor, no peito escorre
Solidão, pranto e jejum.

Um poeta quando parte
Leva consigo um tesouro
Quem fica, amputado da arte
Guarda seus versos qual ouro.

Um poeta quando sonha
Que das nuvens faz morada
Não contava co'a façanha
De deixar (órfãs) palavras.

Um poeta quando ama
E faz da vida seu livro
Da morte em si não reclama
Pois morria em verso vivo.


********
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 19/11/2006
Código do texto: T295922

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1158 textos (248768 leituras)
21 áudios (13707 audições)
3 e-livros (1280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 08:22)
Lílian Maial

Site do Escritor