Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REGRESSÃOZINHA

Euna Britto de Oliveira
www.euna.com.br




Desbotados os dentes
Por causa de frutas ácidas,
Desbotadas as vestes por causa das muitas lavagens,
Ponho-me diante do cercado
Das galinhas caipiras.
Se depender de mim,
Não morrerão à faca.
Aliás, não morrerão de jeito algum!
Agressivamente,
O mundo espeta com omissões
As mais nobres vocações!
Famigerada,
A guerra é a pior coisa que existe.
Piso em falso quando desço a escada do avião.
Meu sapato quebra o salto.
Não andou nada no alto!...
Parece que agora, depois do vôo,
Rejeita o solo.
Lá em cima é muito bonito e descolado
De toda mazela humana!...

Viajo muito deitada...
Desde ontem, estou adolescente.
Deitada em minha cama,
Na imaginação,
Viajo de trem.
O balanço do trem me embala...
Recosto-me no senhor desconhecido
Sentado a meu lado,
Em cujo ombro minha cabeça tomba,
Por absoluta falta de controle sobre o sono.
Depois de algum tempo,
Acordo assustada e constrangida
Com esse meu gesto involuntário.
Ai, que vergonha do homem!...
Bem condescendente, esse senhor!
Isso aconteceu mesmo,
Durante uma excursão do Colégio.
Estou apenas relatando.
A cidade a que chegamos é Juiz de Fora.
Hospedagem no Colégio dos Santos Anjos.
Museu, coisas e casos esquecidos
Ou desconhecidos...
Se quero ter 19 anos,
É só me pôr a nadar...
Durmo ao relento esta noite.
A lua está perfeita!
O marido da Imperatriz Leopoldina é herói para o Brasil
Mas é horrível pra ela!...
Já pensou?...
Tudo passa.
Isso passa, Imperatriz!
Já passou...
Euna Britto de Oliveira
Enviado por Euna Britto de Oliveira em 20/11/2006
Código do texto: T296056
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Euna Britto de Oliveira
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
995 textos (34673 leituras)
6 áudios (364 audições)
12 e-livros (692 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:26)
Euna Britto de Oliveira