Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonhos Despertos No Inferno Da Madrugada

Com As Vozes De Todos Os Demônios Do Inferno

Com As Vozes De Todos Os Demônios Dos Infernos Ocultos

Com As Vozes Dos Meus Demônios Internos

Executo nesta madrugada amiga minha

Em sinuosa ardorosa sagração

Em madrugadoras chamas infernais

O Chamado Dos Sonhos Despertos

No Inferno Da Madrugada

Para que Lilith seja por mim saboreada

Em sua Face De Filha

Do Grande Dragão Da Madrugada

Dragão nascido do cuspe do Diabo

Na face de Jesus

E criado por Moloch

Sendo alimentado com o sangue

Dos primeiros cristãos

Derramado nas romanas perseguições

Dragão Da Madrugada onde Lilith

Minha Deusa Infernal amada

Recebe O Fogo Da Madrugada

Que a faz invejada

Pelas Deusas Do Alto

Pois O Fogo Da Madrugada

É O Fogo Dos Dias Que Serão

Mais Altos Do Que O Alto

Dias nos quais

Os Infernos Astrais vencerão

Os do Alto

E então guiados

Pelo Anticristo Verdadeiro

Derrubarão os Filhos Do Cordeiro

E pousarão as cabeças destes

Aos pés do Dragão Da Madrugada

E farão grande festividade

Com os restos da ridícula ovelhada

E cantarão hinos de louvor

À Deusa Madrugada

Bebendo o sangue dos cordeiros

Em taças de puro ouro infernal

E fazendo da Criação

O Inferno Encontrado

O Inferno Das Madrugadas

Na Madrugada Eterna

Que então tudo será

Fazendo das Falsas Luzes

Dos Deuses que já morreram

Verdadeiras Luzes

E elevando a Tronos Altos

As minhas Deusas

Que em minha cova tanto amo

As minhas Deusas

Que nas covas deles eles tanto amam

Enquanto eu continuarei

Entre as pernas de Lilith

Abraçado a Lilith

Beijando a Lilith

Acariciando a Lilith

Recebendo de Lilith

O Vigor Do Dragão Da Madrugada

Vigor Do Varão Invencível Da Madrugada

Varão com o

Sangue Do Diabo

Varão com

O Tridente De Satan

Varão com

A Coroa Luzidia De Lúcifer

Varão Eterno a fecundar-me

De versos

Nas madrugadas

Da Deusa Madrugada

E a fazer de Lilith

A minha mulher sagrada

E a falar a Lilith

Para bem cuidar de mim

Pois eu serei

Após o fim

Da Era Do Cordeiro

E a vitória do Anticristo Verdadeiro

Um dos

Imperadores Das Novas Esferas

Recebendo do Dragão Da Madrugada

A Espada Eterna Das Alvoradas Da Madrugada Eterna

E sentando-me à esquerda

Do Diabo

De Satan

E de Lúcifer

E eternamente satisfazendo o meu poder

Em uma Realidade

Que nascerá destes

Sonhos Despertos No Inferno Da Madrugada

Sonhos infernais que são

Profecias Verdadeiros

O Dragão Da Madrugada

É verdadeiro

Lilith nua penetrada por mim

É verdadeira

E a Queda Do Cordeiro

Filhos Do Cordeiro

Inimigos Do Cordeiro

Será Verdadeira

E já se inicia

Bem dentro

Das vossas frágeis ridículas

Almas

 

Inominável Ser

DO INFERNO DA MADRUGADA







Poema originalmente publicado em 16/11/06 na minha Cova Abismal De Poemas Sombrios (http://coabposo.spaces.live.com)
Inominável Ser
Enviado por Inominável Ser em 20/11/2006
Código do texto: T296136

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Inominável Ser
São João de Meriti - Rio de Janeiro - Brasil, 40 anos
85 textos (31714 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:53)