Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Novos Aguaceiros!

Água que flora de fonte inesgotável,
Percorre sentidos na flor da pele ávida,
Torna desejos em vasta seqüência de tato,
Todas as loucuras que a fremência impera,

Cada vez mais doce o ato inestimável,
Discorre cantilenas em louvor a Lua,
A centelha de prazer tomada com afinco,
Dedilhando melodias sobre a pele nua,

O olhar brilhante que se anuncia,
Das poucas palavras sem bela pronuncia,
Desde o princípio como se fosse um começo,

De todas as formas que embala o ser,
Água mais solta no elevado prazer,
Caem as dores por conta desse feitiço!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 20/11/2006
Código do texto: T296221
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120252 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:11)
Peixão