Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O tempo murcho das vaidades

“...as velhas e antigas verdades /serão só estórias contadas /do corpo já sem vaidades....”  (Maria Quitéria http://www.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=295188

........................................

Meu rei há muito está morto
Sucumbiu ante a alienação
Da geração desavisada;

E ninguém contestou
A coroa usurpada
Do reino da inocência perdida.

Hoje, meu reino sobrevive
Em páginas amareladas,
Das últimas folhas de jornais.

Uma nova rainha ainda desfila
Nas telas comerciais
Da procriação premeditada;

.....................................

E nos últimos brilhos do tempo “xoxo”
Os baixinhos descobrem a diferença
Entre o piu-piu e a xoxota...

Um ponto para os meninos,
Um ponto para as meninas....







Kal Angelus
Enviado por Kal Angelus em 20/11/2006
Reeditado em 20/11/2006
Código do texto: T296235
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kal Angelus
Teresina - Piauí - Brasil
322 textos (9131 leituras)
1 e-livros (4 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:41)
Kal Angelus