Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MUDA POESIA



Não há sinal de som dentro do avião que cai.
Há um homem desesperado
Do outro lado do portão.
Será um pai?
Será hai-kai?
Será que os brutos armados até os dentes
Amarão sobre lençóis quentes?
Não há sinal de quietude dentro da virtude armada.
Se fosse importante falar como antigamente
Venderiam megafones e não balas ardentes.
Há uma menina na sala que se enrola como cebola.
Na parede um quadro feito de sede.
Há uma voz petrificada descendo a escada
Sem fazer barulho.
Marulho só há perto do mar.
A poesia muda de lugar para falar.
















Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 20/11/2006
Código do texto: T296511

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6774 textos (102504 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:55)