Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cem meios

Meio dia
Meia vida
Meia hora
Em meio ao meio
tudo acontece
tudo transmuta
tudo enaltece
ou apodrece.
Em meia hora
perdem-se sonhos,
acumulam-se descrenças.
Em meia hora,
tudo some porque a fome,
consome o sonho.
Em meia hora
homens refugam diante das
mulheres que se descabelam
em meio às síncopes da idade e meia.
Em meia hora
homens e mulheres,
amam e odeiam
e por todos os meios,
procriam seres, meio a meio.
No céu, atenta e lúcida,
a meia Lua observa a
meia lilás da mulher meio menina.
e a nudez da mulher inteira.
E afaga meio mundo
através das estrelas,
meio a meio, reluzentes.
e eu, inteira, a esperar
a meia noite
o meio termo
a meia volta
a volta e meia!
Dora Leal
Enviado por Dora Leal em 30/01/2005
Código do texto: T2972

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dôra Leal). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dora Leal
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
501 textos (25401 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:22)
Dora Leal