Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O HOMEM DESMONTADO

O homem monta no cavalo,
mas o poeta o desmonta.
O rei é um homem como os outros:
há de morrer, há de sofrer antes.

Ninguém é superior aos outros:
teve a mesma origem,
tem as mesmas necessidades.
terá o mesmo destino.

O homem monta no cavalo,
fica acima dos vassalos,
mas, quando cair, veremos
a sua inopinada fraqueza.

O poeta, que é igual aos outros,
anota as singularidades
da majestade jogada
sobre o pó que cobre o chão.

Ao pó, o homem voltará,
uma vez que, de pó, é feito.
E sua pele branca, negra ou vermelha
será uma folha seca enterrada.

O seu sangue vermelho
estará desbotado, seco,
regando o chão dos pósteros;
sua beleza, o horror.

O homem sobre o cavalo
é Quixote sobre Rocinante,
apesar de sua coroa e medalhas
e espada embainhada.

Deus salve o guerreiro!
Deus salve os seus feitos!
Mas o que é o guerreiro
sem o cavalo e sem o poeta?
Francisco C
Enviado por Francisco C em 21/11/2006
Código do texto: T297254

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.franciscocampos.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco C
Porto Velho - Rondônia - Brasil, 48 anos
363 textos (25678 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:02)
Francisco C