Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pudesse



Pudesse soltar-me
E então libertar-me
de tua vontade
Pudesse eu voar
Transpor pelo ar
Toda a ansiedade

Mas sou tua escrava
Cativa de ti
Não posso evitar
O tempo escapa
a me consumir
De tanto te amar

Agora é tarde
A paixão que me arde
Não quer se apagar
E eu vou pela vida
Cuidando a ferida
Pra não mais sangrar

Pudesse reter
O sonho e o querer
Em tudo que sei
Pegava o tempo
Retinha o momento
em que me apaixonei!


Priscila de Loureiro Coelho
Consultora de Desenvolvimento de Pessoas
Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 30/01/2005
Código do texto: T2973
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (214494 leituras)
1 e-livros (147 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/16 02:20)
Priscila de Loureiro Coelho