Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema de Natal

A cidade está vestida de vermelho
Da cor ardente da paixão
Que pinta e repinta ano a ano
O nascimento da luz do mundo

Logo, converto-me na cor das chamas
Em todo meu corpo, as labaredas
Dançam, brincam, pulam, e se vão...
Aos poucos a noite vai se apagando

E nem os piscas piscas
Nem as bolas coloridas
Já colorem meus antigos sonhos

Já sou brasa, sou nu de novo
Mas logo acendem esperanças de aclamar o povo,
Feliz natal e feliz novo ano!

Vitor Berigo
Enviado por Vitor Berigo em 21/11/2006
Reeditado em 27/10/2011
Código do texto: T297477
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vitor Berigo
São Paulo - São Paulo - Brasil, 31 anos
53 textos (2792 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:43)
Vitor Berigo