Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

devaneios no tripallio

quero viver
eternamente nos poemas
ser o desenrolar da escrita aqui posta
poder sempre nadar nas estrofes de um soneto
ser um substantivo desvairado
 posto em xeque
nu-entanto olhado de um ponto
na vista concepção
das palavras pronunciadas
nas tardes declamadas
à luz de espelho concreto
acender da lua
nua no conto
Antero Kalik
Enviado por Antero Kalik em 22/11/2006
Reeditado em 01/08/2011
Código do texto: T298474

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antero Kalik
São Paulo - São Paulo - Brasil, 39 anos
293 textos (4108 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:33)
Antero Kalik