Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


                           


               MEUS MOMENTOS 


Neste céu tão azul, eu vejo a minha vida.
Surge uma nuvem branca e me reverencia
a me presentear flocos,enternecida,
que alegram meu viver, trazendo-me euforia.

Mas eis que de repente ela se vai rompida
e eu me sinto infeliz, a prever a agonia
que surge à minha frente e me deixa oprimida,
num cruel viajar, pleno só de apatia.

Assim é meu viver.Às vezes, só beleza,
levando para longe as horas de incerteza.
Outras vezes, me invade uma amargura imensa.

Neste instante, olho o céu, que sempre me abençoa.
E dentro de meu ser suave voz ressoa
afastando de mim toda amarga presença.


                                                              (Soneto alexandrino)



Alda Corrêa Mendes Moreira
Enviado por Alda Corrêa Mendes Moreira em 22/11/2006
Reeditado em 08/12/2008
Código do texto: T298576
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Alda Corrêa Mendes Moreira
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
213 textos (13200 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:48)
Alda Corrêa Mendes Moreira