Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DO POETAR

na palavra vista
no olhar, avista
rasgos que tomam a vida
palavra mista
sem ordem irrestrista
o beijo como liga

noite, dia, horas
a tez que cora
verso sem verso
aquilo que chora
amar se demora
orgasmo e teso

parece artista
aparece despista
viaja pela imensidão
sites ou listas
livros e revistas
das coisas do coração

do poetar marcado
sem dinheiro e mercado
vagabundo por imagem
palavras no rifado
pelo mundo aglomerado
nu para a pilhagem

mas sempre a falar
risco a poetar
anseios e desejos outra fita
bocas a beijar
corpos a amar
poetar o bom da vida.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 01/07/2005
Código do texto: T29903
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120255 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:45)
Peixão