Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NOITE

Uma canção corta a noite
e rompe a solidão do domingo.
Encontro os amigos poetas
e eles estão silentes.

Estão silentes, pois o amanhã
se aninha na mente:
segunda-feira é sempre
um dia a mais no calendário.

Somos prisioneiros do relógio,
meus amigos sabem disso,
mas a poesia parece
ser sempre atemporal.

Então insistimos
em procurar o perfeito poema,
apesar de a perfeição
ser uma meta imaginária.

E o ócio que começa a encerrar
há de ser permanente
em algum outro continente
muito além daqui.

Haverá descanso para quem,
na vida, não faz outra coisa
a não ser procurar?

Haverá um domingo eterno
no lugar em que o tempo
não pode nos encontrar?

Há muito o que pensar
antes da chegada do sono.

Francisco C
Enviado por Francisco C em 23/11/2006
Reeditado em 23/11/2006
Código do texto: T299116

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.franciscocampos.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco C
Porto Velho - Rondônia - Brasil, 48 anos
363 textos (25669 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:49)
Francisco C