Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amanhecer de vida

Amanheci, abri-me o olhar,
por primeira vez a vida eu vi
neste novo dia que vem clarear
como bem no mundo que só hoje conheci.

Talvez não soubesse sorrir
e chorei por presságio de curta vida;
porém me soube reconstruir
o vôo da aurora que desteme sua ida.

Aprendi a falar,
reaprendi a sentir,
faltava-me amar
e a dor me ferir.

De manhã o tempo é bom companheiro
me manteve acordado, e ainda a crescer,
mas agora entardeço, à razão beiro,
adulto no verso e vida voltei a ser.

Anoitecendo, aqui me revelo:
caduco poeta que lembra sua infância,
esperando o doce e eterno sono belo,
amanhã, a lamentar-se por tantas, mas tão poucas ânsias.
Vitor Barros
Enviado por Vitor Barros em 01/07/2005
Código do texto: T29921
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vitor Barros
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 29 anos
26 textos (1396 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 10:01)
Vitor Barros