Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CENA URBANA

Lílian Maial



Na turbulência das ruas,
a harmonia do caos emerge da sarjeta.
Pequenas folhas correm para o ralo,
como a acariciar granitos,
loucos em sua rigidez,
sofrendo com os bêbados,
as meninas de rua,
drogados,
corpos desovados.

O orvalho das manhãs
vem lavar o sangue das tragédias,
o desespero das ausências,
o silêncio dos ventos apáticos.

Na copa das árvores,
alheias a tudo,
novas folhas se balançam,
arteiras e ternas,
desconhecendo a lama,
o esgoto
e seu destino final.

O homem varre as folhas
no solo,
na cadência dos gestos,
selando o caminho das que foram,
horas antes,
alegria,
verde,
poesia.


***********
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 23/11/2006
Código do texto: T299586

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1158 textos (248786 leituras)
21 áudios (13707 audições)
3 e-livros (1280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:37)
Lílian Maial

Site do Escritor