Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Doente

Obs: Poema dedicado às péssimas condições do hospital Pedro II localizado em Santa Cruz - na Cidade do Rio de Janeiro. A principio pode parecer que eu esteja desejando que alguém morra, mas é o contrário, quero que todos tenham muitos anos de vida e com otima qualidade.


Estás doente, estás findo, estás morto!
Como a árvore de lamento derrubada
Ei-las, o cair, os elusivos crepúsculos
Do homem vencido e extenuado.

Cobre-te a noite confortante e fria
Que vai lúgubre neutralizando a vida
Neste nosocômio de melodia chorada
No fundo coração quase parado.

No travesseiro a cabeça decaída de azáfama,
Conheces a morte silente e companheira,
Que o teu corpo fraco circula e administra.

Estás doente é estás morto!  A dor, e o desvairo
Deixam o espírito dilacerado de aflição
Desalentado da aventura da vida, sobretudo,
Se for internado no Pedro II, o Pedrão(*)...


(*) Nome popular dado ao Hospital Pedro II pelo seu porte físico, pela amplitude arquitetônica.

R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 24/11/2006
Reeditado em 25/11/2006
Código do texto: T299839
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3128 textos (79566 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:19)
R J Cardoso