Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tarde demais


Entalado na garganta o nome
Pelo qual não te chamei
O choro que tive que conter
Ser forte...eu optei
Tu, sombra que some
Optou por morrer
Entre os seios me abandonou
Sugando deles o amor
Agarrada as saias
Que altiva me ensinou
Da vida o verdadeiro sabor
Num tempo onde as vaias
Eram o gozo da razão
E te fostes, homem sem rosto
Navegar noutros mares
Morar em outro coração
E eu parida no desgosto
Cresci cheia de pesares
Do meu lado um vazio
Que nada, nunca preencheu
Como esse beijo frio
Que só a ti pertenceu...
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 01/07/2005
Código do texto: T30040

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55638 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:29)
Angélica Teresa Almstadter