Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Beleza Corporal

O silencio da deusa revela tudo
Mas, contudo isso nada significa,
Mostre-me a dor, ela é real,
Olhe alem de mim e se vá.

Seu rosto se afunda no odor,
O intranspirável cheiro de seu perfume.

Amanheça no frio de seu corpo
Pois as cobertas do calor humano não vivem mais;
Então deixe suas costas queimarem novamente
Já que as asas que te guiaram foram queimadas,
E elas não podem mais cobrir o sol.

Voe alto, chegue aos meus pés,
Aonde sua face de cera irá se desmanchar;
Lá, adiante,
Muito alem de onde suas mãos de cristal
Um dia poderão alcançar.

Roube agora uma rosa vermelha
A única de seu vergonhoso “belo jardim”,
Veja que seu dedo sangra,
Um vermelho sangue mortal
Em um dos infinitos espinhos de tal flor
A sua coroa de espinhos.

Viva rodeada dos demônios de nossos dias
E mostre tudo que você pode oferecer
Para morrer sem nada nem ninguém.



Fernando Bins Sandi
Fernando Gaia
Enviado por Fernando Gaia em 24/11/2006
Código do texto: T300438
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Gaia
Caxias do Sul - Rio Grande do Sul - Brasil, 26 anos
14 textos (1080 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:27)
Fernando Gaia