Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LENÇO

LENÇO

Mário Osny Rosa

Quando escrevo o que penso
Que abana na despedida.
Logo me lembrei do lenço
Que enxuga as lagrimas sentida.

Nos dias de calor enxuga o suor
Lenço branco lenço colorido.
Esse lenço colorado mor
No sul pelos gaúchos usados.

No rolar de tantas lagrimas
O lenço é a grande arma.
Quando correm peregrinas
O coração logo desarma.

Já senti a sua falta
Estou até preocupado.
Se esse coração salta
Por quem será segurado.

E se der um tropeção
Quem o vai levantar.
E colocar em ação
Para ele não parar.

São José/SC, 23 de novembro de 2.006.
morja@intergate.com.br
www.mario.poetasadvogados.com.br

Asor
Enviado por Asor em 24/11/2006
Código do texto: T300484
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Asor
São José - Santa Catarina - Brasil
1677 textos (36867 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:11)
Asor