Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pétalas de Sangue

“The mopeing Owl does to the Moon complain
Of such, as wand'ring near her sacred Bow'r,
Molest her ancient solitary Reign.
— Thomas Gray – An Elegy Wrote in a Country Church Yard”

Suaves toques do sangue em meus lábios
Preenchem de dor estes duros átrios
Dentro da vida que semeia outra vida
Jazendo no orvalho, talvez esquecida...

As rosas que crescem na pedra tumular
Como as criaturas que roem até acabar
A essência de minha carne e de meu ser
As faces descoradas do relentoso prazer

E reguem minhas flores com lágrimas de dor
Para que cresçam desejando apenas o amor
Que nunca tiveram. E que saibam, então
O local fúnebre onde nasceram e onde estão...

As áspides cospem tormentos funéreos
A vida mata o cadáver em fatos venéreos
Morto. Sepultado no meio da merda

Crucificado na santidade hipocrítica
Nasce do esperma a flor sifilítica
O fruto que nasce jazido na queda...
Fabio Melo
Enviado por Fabio Melo em 28/11/2006
Código do texto: T303408

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabio Melo
Santo André - São Paulo - Brasil, 32 anos
799 textos (255421 leituras)
6 áudios (1607 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:22)
Fabio Melo