Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Baús


 
Tu voltaste, eu volto a Minas
segredo que puxa sina
um eco a mais no ar
soma de  menos no olhar.
 
Tu te esvais liquido vivo
há séculos em dor arábica
chovendo em meu coração.
 
Esmero tanto em ser mera
calda de adjetivo
enquanto eu, substantivo,
parto as partes do meu dia
em verbos de ações silábicas.
 
De amor, teus adereços
cheiram a naftalina
baú, donde egressos
guarda caverna e mina.
 
Tu voltaste, eu volto a Minas
 memória puxando sina
um eco a mais no ar
soma de  menos no olhar.
 
Rasga-me dor indecisa
e em queda livre me viro
em cachoeira incisiva.
Não me contenha em meu giro
se me piro não detenha
a paz do fogão à lenha
a chamar a chama em torno
biscoito de goma ao forno.
 
De minhas venturas parcas
guardo papéis de bala
emoções que empilho em arcas.
 
 
 
Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 28/11/2006
Código do texto: T303489
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (11441 leituras)
1 e-livros (126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:20)
Elane Tomich

Site do Escritor