Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nova Ilíada!

A nau errante há tempos em vastas águas,
Vai a deriva buscando a imensidão,
Busca insana por todos os quadrantes,
Parcos ventos mal enfunam as velas,
Tal o marasmo latente nesse entorno...

Uma noite, um sonho, de repente a rota,
Uma guinada de 180 graus bombordo,
Lá, uma estrela sinaliza, o caminho,
A mão preguiçosa da sorte na balança,
A nau está a caminho silente...

Nova Lua irá descortinar pela semana,
Cada imagem é repetida inúmeras vezes,
Brota o riso contra o cerne solitário,
Divisa o destino além das ondas do mar,
Sabe que breve poderá ouvir a arrebentação...

Cruzou os anos com todas as intempéries,
Ganhando & perdendo, num & outro Porto,
Mas nunca foi absorvido pelas perdas,
Nem com vã glória deixou-se levar,
Navegante solerte de assaz volúpia...

Carrega a nau dos solitários com vigor,
Indo sempre além, sobrepujando dificuldades,
O coração alerta sorri da incumbência,
Do tesouro que desponta nesse sonho,
Escarlate é a letra que conta a História!

Haverá muito tempo ainda até reencontrar o barqueiro!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 29/11/2006
Reeditado em 25/08/2008
Código do texto: T304501
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 11:03)
Peixão