Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ARMAS

Arma sem alma
Revólveres e pistolas
As famílias que assolas
Fuzis, carabinas e espingardas
Que acertam de muitas jardas
Metralhadoras aterradoras
Granadas detonadas por mãos desesperadas
Mísseis no ar, no mar e na terra
Apertaram o botão da guerra
Amadas Forças Armadas desalmadas
Tanques de guerra, infantaria
Guerra quente, guerra fria
A guerra da covardia
Pesada artilharia
Belicoso arsenal
Grande guerra mundial
Polícia civil, militar e federal
Violência sexual
Seqüestro relâmpago e demorado
Carro blindado
Matadores e suicidas
Cidades destruídas
Vidas perdidas
Balas perdidas
UZI, HK, COLT,ROSSI, RUGER
LUG, BERETTA, MAGNUM,CBC
Indústrias de sorte
Fabricando morte
Faca, espada, navalha, estilete
General, coronel, capitão, cadete
Katanás e shurikens de aço temperado
Sargento, tenente, brigadeiro, soldado
Esquadras e esquadrilhas
Pelotões e quadrilhas
Emboscadas e armadilhas
Submarinos ferinos
Torpedo do medo
Bombas a bordo, bombordo e estibordo
Bombas nucleares
Tudo pêlos ares
Bombas atômicas e supersônicas
Bombas de Antraz pela paz
Fissão e fusão nuclear
Cogumelo no ar
Matança no atacado
Um povo todo massacrado
Furto, roubo, assalto
Mãos ao alto !
Latrocínio com patrocínio
Tiro na testa !
A humanidade se detesta ?
Depois que inventaram a pólvora na China
Começou a (des)humana odisséia assassina...

Sigmar Montemor
Enviado por Sigmar Montemor em 29/11/2006
Reeditado em 29/11/2006
Código do texto: T304686
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sigmar Montemor
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil, 52 anos
1762 textos (285447 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:05)
Sigmar Montemor