Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMER O QUE?

Me peguei, agora mesmo, pensando nas borboletas.
Valentes borboletas!
No momento em que estão mais confinadas
Ali em seus casulos, sem a luz, nem o ar,
No momento em que, se morresem  nem elas mesmo iriam notar seu fim.

Exatamente neste momento, insistem, absurdamente em voar
Parecem, assim de longe, não temer o novo, insistem absurdamente em voar
Valentes borboletas!
Se recolhem pra depois brilhar

Rompem seus confortáveis e seguros casulos
E insistem absurdamente em voar
Eu quero ser como estas valentes borboletas
Temer o que, se de repente eu insistir também em voar?
Luiz Rezende
Enviado por Luiz Rezende em 29/11/2006
Código do texto: T305021
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luiz Rezende
São Paulo - São Paulo - Brasil, 39 anos
7 textos (641 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 08:07)
Luiz Rezende