Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minhas Palavras

MINHAS PALAVRAS


Minhas palavras correm soltas,
Soltas ao vento, pelos ares ao “léo”...
Minhas palavras calam o grito de minha alma!
Minhas palavras seguem céleres
E me abandonam, deixam-me exposta ao avesso...
Minhas palavras  roubam-me  a calma
E lavam também minha alma
Na hora sofrida dos tropeços...
Chovem ventos e sibilam tempestades,
Na solidão sôfrega do meu eu insone!
Insana luta, louca vida,
Nem sei se estou no fim ou no começo!...
Grito a ausência do sentimento mais humano,
Do meu peito, que bate simplesmente...
Daquela dor que nos faz simples mortais!
Grito o silêncio que corrói minha alma
E invejo a carência de profundidade
Invejo a irracionalidade, a “mesmice”
Cômoda, adaptada e tolamente feliz,
Da maioria dos seres
Que assim menos sofrem...
E nem sei se menos vivem!...
 
Joselma de Vasconcelos Mendes
Enviado por Joselma de Vasconcelos Mendes em 29/11/2006
Código do texto: T305208
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Joselma de Vasconcelos Mendes
Serra - Espírito Santo - Brasil, 57 anos
404 textos (21633 leituras)
7 áudios (779 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:31)
Joselma de Vasconcelos Mendes