Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não Precisa-se de rima, mas por quê não rimar?


O poeta expande a alma
O poeta invade a calma
Ele, sobre a luz do grande dia
Transforma tudo em melodia
Ele, quando mesmo pára de rimar
Continua a fazer sonhar
E basta notar:
Sobre o toque sutil e suave do silêncio, invadimos o íntimo de nosso ser, contemplados com a beleza da alma...
E como invadidos pelo mar,
Por ele nos deixamos levar
E de repente se volta a rimar
Chesman Emerim
Enviado por Chesman Emerim em 30/11/2006
Reeditado em 30/11/2006
Código do texto: T305686
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chesman Emerim
Sombrio - Santa Catarina - Brasil, 30 anos
64 textos (10731 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:49)
Chesman Emerim