Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu ente querido

Naquela manhã nublada e fria,
Ao acordar, agi normalmente,
Mas no fundo, algo estranho sentia,
No rosto alegre, a alegria descontente,

No decorrer do mesmo dia,
Brincamos, e rimos, felizmente,
E quando a tarde se esvaia,
Você dormiu calmamente,

E após isso não acordaste, infelizmente,
Como de costume sempre fora,
Naquela tarde, oh! fui demente,
Nunca fui tão infeliz noutrora,

Chorar e padecer não adianta,
Nessas horas nada resolve,
Mas a tristeza foi tanta!

Que não pude crer no ocorrido,
Rogo a Deus que a paz tenha encontrado,
Querido avô, hoje falecido.
Moller Hennz
Enviado por Moller Hennz em 30/11/2006
Reeditado em 25/09/2008
Código do texto: T305877

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do Autor, e link da obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Moller Hennz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 25 anos
28 textos (1298 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 08:11)
Moller Hennz