Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Faz de conta

Preciso ir...
Se pudesse
voaria.
Mas estes
meus passos
são apenas
arremedos
do sonho inteiro.
Imagino, então,
que me acompanhas...
E nesse faz de conta,
acredito.

Pelas calçadas,
deixarei
que te mistures
a outras imagens.
E corras
à minha frente,
ensinando-me
a descobrir a graça
de outros sorrisos,
diferentes do teu

Nas esquinas,
aguardarás,
providenciando
que eu não me perca
em inesperados
cruzamentos do destino.
E se acaso desviar-me,
me ensinarás
a regressar
ao ponto de partida
sem lamentações.

Mas,sei que,
em algum momento
perderei o rumo,
quando tua voz
confundir-se
com outras,
em meio ao coro
da multidão.
É quando tudo
se fará
tão caótico,
como no princípio
da Criação...
E então, não haverá
mais caminho,
nem destino,
e a matéria-prima
do sonho
se transformará
em pó.

Então,angustiada,
perguntarei
a mim mesma
se ainda existo
ou não...
Mas, olhando
à minha volta,
descobrirei
que ainda estás
ao meu lado,
envolvido
no silêncio.
Todo entretido
em recriar-me
e refazer
meu universo.

(escrito em 2005)

Mareluz
Enviado por Mareluz em 30/11/2006
Reeditado em 30/11/2006
Código do texto: T305916
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mareluz
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
679 textos (19407 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:41)