Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sê poesia...


Como não escrever...
Se poesia,
a palavra
sobre
outra
e sob
outra
sem rima
é dez
as linhas
da ironia.

Copio? Xiiiiii!

Agora, sê poesia,
para cada encanto,
provocar o pranto.
Elevar o pensamento,
eternizar o sentimento,
revivendo do poeta, o momento.
E marcar com a palavra,
com o efeito da rima,
a boa idéia do verso.
Fazer-se sentir e entender;
no verbo, na metáfora,
respeitando a gramática.
Sê poesia, não basta...
Há de tocar a alma.


Sandro Colibri
Enviado por Sandro Colibri em 30/11/2006
Código do texto: T306141
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sandro Colibri
São Paulo - São Paulo - Brasil, 45 anos
523 textos (52450 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:49)
Sandro Colibri