Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para sempre irei te amar

Uma parte de mim
Ficou presa a você,
Uma parte de mim,
Morreu dentro de você!

Tantos noites eu sonhava,
Com dias iguais,
Tantas manhãs eu acreditava
Que não sofreria mais.

São sonhos de amor,
Que na mente adormece,
E deixa a gente louco de dor,
Logo que amanhecece.

Dá um aperto de peito,
Uma angústia de viver,
Tudo torna-se imperfeito,
E uma máscara a esconder...

O que é eminente,
O que transparece,
Na face carente,
De alguém não esquece...

O que sofreu,
O que sentiu,
Quantas faces conheceu,
De alguém que tanto lhe mentiu!

Alguém que não sabe o que quer,
Não sabe se chora ou sorri,
Não sei mais se você é,
O amor que a Deus eu pedi!

Por tanto tempo eu tentei,
Por tanto tempo eu te quiz,
De inocente eu acreditei,
Que você me faria  feliz.

Que me amaria,
Que faria tudo por mim,
Que do meu lado estaria,
Quando eu estivesse ruim!...

Foi tempo perdido,
Mal utilizado,
Coração partido,
Amor despedaçado...

Em mil pedaços,
Jogados ao mundo,
Com mil braços,
Te esperando em um segundo.

Parte de mim,
Na montanha brotará,
Parte de mim,
Pelo mundo se espalhará!

E serei como um sonho,
Um sonho de criança,
De alguém que se foi tristonho,
Por falta de esperança.

No alge da juventude,
Na flor da idade,
Descobri minha virtude,
Na simplicidade.

Vi muitas vezes meus planos,
Vi muitas vezes minha vida,
Se perdendo em desenganos,
Se transformando em uma ferida!

Foi Deus quem escolheu,
E assim sempre será,
Se ele me deu,
Com certeza não vai tirar...

Pego minha cruz,
Aceito sem reclamar;
Como Jesus,
Chibatadas a levar!

No começa vai doer,
Vai inflamar,
Vai me fazer,
De dor desmaiar.

Mas hei de caminhar,
Sem olhar para trás,
Não me indignar,
não agir como os animais.

Você um dia vai perceber,
A importância do meu amor,
Mas não hei de esperar por você,
Vivendo nesse mundo de dor...

Uma coisa vou  eu vou pedir,
Não se lamente por mim,
Se algo acontecer,
Estarei em um bom lugar,

Eu estarei no teu sonho,
Olhando por você,
E você me verá passeando,
Pelos mais belos jardins...

E com certeza vai chorar,
Rios de lágrimas derramar,
Quando me veres a cantar,
A canção que tanto amava...

Não se arrependa,
Pois não haverá como voltar,
Apenas entenda,
Que mesmo assim, não deixarei de te amar!

Guarda Mor, 28 de Abril de 1999
Elvis Cristiano
Enviado por Elvis Cristiano em 02/12/2006
Código do texto: T307589
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Elvis Cristiano
Catalão - Goiás - Brasil, 36 anos
226 textos (21348 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 08:01)
Elvis Cristiano