Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poeta Romântico

O poeta perdeu o ritmo do verso.
Já não sente todas as palavras.
Abane a cabeça perante ao nada.
Olha ao espelho e vê o tempo.
Desiste da vida esperando os dias.

Bravo, vive a morte pelo meio termo
Barrando a luz de saudar o peito
Banhando lagrimas numa taça fina
Brindando o medo num puro liquido
Bastando o novo chegar a retina.

Este triste poeta espera a morte
Ele não sabe viver, amar, morrer.
Apenas deseja a morte como inicio
Lá ninguém vive e nem morre, apenas sofre.
Mostrando a repetição desta vida

Uma vez poeta, sempre poeta!
Danjos
Enviado por Danjos em 03/12/2006
Reeditado em 15/12/2006
Código do texto: T308209
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Danjos
Rio Claro - São Paulo - Brasil, 27 anos
35 textos (3029 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 06:55)
Danjos