Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MANHÃ SERÁ OUTRO DIA! (recital)

Menina que vai às compras,
mas não tem muito dinheiro,
prá se vestir hoje em dia,
tem que fazer economia!
Tudo caro, ninguém aguenta!
Que agonia!
Não faz uma compra, siquer
que valesse a pena!
Por Santa Madalena!
O sapato usa-se uma vez,
porque, vejam só, a sola,
no dia seguinte, já descola!
E a calça de brim
que desbota e perde o vinco,
"Não dá mais!" - Diz ela:
-- Com ela já não brinco!
E para estudar? Quantos livros
temos que comprar... ou...
consultar...
É preciso uma caminhonete
prá carregá-los, imaginem só!
Prá que tanta ciência?
Mas... paciência, vem aí o Natal!
É presente aquí, outro alí, outro acolá!
Mas, não faz mal!
Tudo tem as suas conveniências.
Tem as reuniões familiares,
os amigos, os presentes, os agrados...
A ceia, o vinho, a alegria.
Quanta harmonia!
Depois termina o ano e
outro já vem...
É foguetes, brindes, cantos,
choros, saudades e
muita esperança!
Renovações de votos, de juras
e promessas de dias melhores
ou... piores!
Mas, ainda bem que tudo passa!
Se tal confusão não existisse,
a vida não teria tanta graça!
09/97
Victoria Magna
Enviado por Victoria Magna em 04/07/2005
Código do texto: T30929
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Victoria Magna
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
329 textos (130066 leituras)
1 e-livros (99 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:37)
Victoria Magna