Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OFÍCIO


É bela, meu poeta, a tua
boca,
lua cheia e flava
na noite feia;
raio esplendoroso chicoteando
o limiar do horizonte.

Dê-me uma frase
e se ilumina-me os olhos.

Retira, meu poeta, da horrível
madrugada,
uns pirilampos
e os coloca na última
palavra
do teu verso.
Enzo Carlo Barrocco
Enviado por Enzo Carlo Barrocco em 04/07/2005
Código do texto: T30997
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Enzo Carlo Barrocco
Belém - Pará - Brasil, 56 anos
733 textos (134363 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 19:55)
Enzo Carlo Barrocco