Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um Anseio, Uma Maneira


Por vezes o que se passa é de súbito
Que não se vê, não se observa
Porém se percebe

E o que se vê aos atentos olhos
No curioso mundo ao redor
Não mais se passa
Só perpassa a ser o ser
A ser você que me vê

E quando ocorre de não aqui estar
Saio, volto, percorro ruas em mim mesmo
Na tentativa de encontrar
Aquele sentimento lá recôndito

Em vão, creio que sim
Muito embora acredite que não
Determinadas horas, ilusão

Sigo em frente, sigo adiante.
Um desejo, um anseio
Sempre há de encontrar uma maneira

E assim eu sigo
Sigo a seguir nessa esteira que se estende
E que por vezes a gente não a entende


Curitiba/PR, 25.NOV.2004
Danilo Andreato
Enviado por Danilo Andreato em 31/01/2005
Código do texto: T3117
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Danilo Andreato
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 38 anos
69 textos (7588 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/09/16 07:10)