Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EM VOCÊ EU VI MINHA VIDA!



No passado,
O teu olhar trouxe a esperança,
Teus lábios traduziram o amor.
A leveza de teus movimentos,
A inigualável beleza do gesto,
Em perfeita harmonia
Com a docilidade das palavras.
Juntos, reinventamos o querer;
Magnitude de mútua entrega
Reservado somente a aqueles
Que semeiam harmonia e paz.

Hoje,
O teu olhar está disforme,
Impregnado de ódio e desamor.
Teus movimentos são bruscos,
A indelicadeza do gesto
E o destrato nas duras palavras.
Somos distantes e sinuosos,
O rancor estampado no choro,
A desarmonia beira o desterro.
Agora vejo em você o tormento.
Nosso amor foi tragado pelo vento.

Teríamos sido iludidos pelo destino,
Ou confundimos os sentimentos?
Talvez tudo fosse ilusão de ótica.
Fomos vitimados pelo coração,
Que, de tanto sofrer, vingou-se.
Nossas mentes foram apagadas?
Como descartar anos de amor,
Onde as juras eram reafirmadas
Com a chegada de um novo dia?
Talvez não tenhamos conseguido
Amar o suficiente para eternizar!

Terminou.
O que era infindo e belo, feneceu.
O caso minguou os ternos sonhos,
Fundindo-os no flagelo da dor.
Até os pesadelos foram subtraídos.
Nosso mundo foi descortinado,
E a sombra negra do abandono
Pairou sobre nós, impiedosamente.
Sisudos e disformes, vegetamos.
Juntando nossos cacos no descaso.
Mesmo abatidos, alçamos novos vôos.
Paulo Izael
Enviado por Paulo Izael em 05/07/2005
Código do texto: T31444
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Izael
São Paulo - São Paulo - Brasil
206 textos (27425 leituras)
1 áudios (171 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:06)
Paulo Izael

Site do Escritor