Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fuga do Parco Níquel!

O rosto é uma caverna
Trasmutada na paralisia
Vergas trespassadas, alva
Relicários e fantasias

Travestidos de tanta impáfia
N'alma estragam em desgostos
Feitos arregados em esgostos
Passado e presente em falácia

O camafeu esconde uma mentira
Em frangalhos de peça pífia
Colombinas para vida mal sã
E o brilho do olho entristecia

O trabalho pela fuga do parco níquel!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 06/07/2005
Código do texto: T31530
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:59)
Peixão