Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Incrédula

Sinto-me como náufraga
num mar lambido de Sol

Minha garganta de puro sal
engole saliva de sangue

Terra nenhuma à vista
para me oferecer o instante

Da efêmera esperança
que sobre mim dança
recebo o beijo final.

Incredulidade é o meu mal.
Dora Leal
Enviado por Dora Leal em 31/01/2005
Código do texto: T3172

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dôra Leal). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dora Leal
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
501 textos (25388 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:27)
Dora Leal