Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apocalípse

 
Sou como as amazonas
Que emergem da escuridão
Galopando corcéis desembestados
Sou lutadora, sou combatente
Sou figura de lendária tradição...
 
Apocalipse, profecias do amanhã
Fim de tudo, fim de estrada, escuridão
Mas enfrento tudo, da morte à vida
No amor não deixo nunca acabar
Essa ânsia intensa de amar...
 
Apocalipse do amor
Fim de anseios, cheio de dor
Nas escritas aterrorizantes
Surgem como cavaleiros, escudeiros
Imagens de guardiães vibrantes...
 
Matem tudo, dizimem até o pó
Reduzam histórias de ensinamentos
Mas não toquem em temas pra inquietar
Deixem o amor vibrante nos ensinar
Todos os encantos do nosso encantar...
 
Lutas, perseguições, terremotos
Ondas gigantes, destruição
Guerras das heranças na multidão
Deixem as pessoas se defenderem
Destas lutas vindas da escuridão...
 
Mulheres guerreiras, amazonas das ilusões
Enfrentemos esta onda de destruição e dor
Com a força infinita dos nossas corações
Façamos trincheiras, salvemos nestas emoções
Salvemos tudo que pra nós é amor...
 
Myriam Peres
Myriam Peres
Enviado por Myriam Peres em 07/07/2005
Código do texto: T31976
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Myriam Peres
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 86 anos
473 textos (54600 leituras)
5 e-livros (275 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 10:08)
Myriam Peres