Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desta sede que tua boca pede...

Desta sede que tua boca pede
Saciarei de igual monta
Ávidas que ficam, minha e tua
Do enlace de espírito e pele

Pirata de tantos mares
Arrebata tal veemência
Esta boca sedenta e ávida
Do beijo cigano flores mágicas

Incasável é teu furor
Que venho e domino logo
Saciando-te de amor
Consumindo este teu fogo

E se nada te nego desde já, agora
Tira do teu corpo todo o proveito
Roupas espalhadas fora do leito
Entre tuas ânsias meu teso explora

E ver na tua total fremência
A pele extravaza as exigências
Para deixar-te com esse brilho intenso
Por tantos carinhos que lhe penso

Nada reclame, pois a nau já se encontra em mar alto!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 12/07/2005
Reeditado em 28/09/2006
Código do texto: T33216
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:44)
Peixão