Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Alheamento



Alheia a tudo que sou
Por suspeitar demais da seriedade
Pela vida, sonhando eu vou
Buscando na ilusão, minha felicidade

Tão pouco espero desta vida arisca
Que estabanada, dou conta de mim
Bem sei que é fato que, quem não arrisca
Não provará o gosto até o fim

Mas lá vou eu, curtindo a paixão
Por este mundo, um tanto deslocado
Trago alegria no meu coração
E a esperança em meu olhar cansado

Por tudo isso, sou um tanto irreverente
Prosseguindo sem nunca me deter
Sou na verdade a maior amante
Que anda errante ao alvorecer...

A vida é um feixe de encantamento
Que por momentos, provoca torpor
Aguça o espírito, instiga o pensamento
Que desatento brinca com o amor...

E neste território, deixo-me vagar
Sem ter definida uma direção
É aí que a vida vem se desvendar
Na sua essência que é emoção

O alheamento é algo muito louco
Que envolve a alma para a proteger
Desta magia sabe-se bem pouco
É segredo de quem vai sobreviver!






Priscila de Loureiro Coelho
Consultora de Desenvolvimento de Pessoas
Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 12/07/2005
Código do texto: T33526
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215229 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:20)
Priscila de Loureiro Coelho