Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOBRETUDO

SOBRETUDO


O poema não é só
A tinta que se solta
Da ponta da caneta
Quando o poeta se revolta

O poema
É um fragmento do poeta
Uma ideia
Um movimento
Uma carícia
Uma colcheia...

O poema é
Uma mão cheia de infinito...

O Poema não é só mágoa
Nem só mito...

Poema é o grito
Do corpo quente
Que te abraça
O poema és tu
Dançando nua sob a água

O poema não é apenas
Um rol de penas
E desgraça
Que se desfia
Quando se bebe o juízo

Poema
Pode ser a graça
Que se desnuda
No encanto do teu riso

Poema pode ser tudo
Sobretudo
O vestido, despido, de veludo
Sobretudo
O vestido despido
Sobretudo nú
Sobretudo crú
Sobretudo tu
Que sempre serás tudo
Sobre tudo
ressoa
Enviado por ressoa em 13/07/2005
Código do texto: T33702
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ressoa
Portugal, 67 anos
72 textos (1881 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:19)
ressoa