Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VAZIO

Abre-se um vazio
na arcada dentária de concreto
e por momentos
posso ver o céu da boca
de uma cidade
tomada por apartamentos.

Abre-se novo vazio
na dentadura de concreto.
Qual enorme boticão
tratores  e britadeiras
uma  cárie da cidade
extraem  com dente na destruição.

Preenchem-se todos os vazios
na boca aberta
do vulcão adormecido.
E a cidade de Ribeirão Preto
Recompõem -se em ricas próteses,
qual Fênix , do destruída.

Fecham-se os espaços.
O hoje não mais admira
o cenário da infância da gente.
A Capital da Cultura não chora
o tombar de seu patrimônio
que a nossa história torna indigente.
Tórtoro
Enviado por Tórtoro em 13/07/2005
Código do texto: T33818
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tórtoro
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, 67 anos
176 textos (27934 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:20)
Tórtoro