Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Variantes de Um Beijo!



A ti,
Amada minha.
Queria dar-te um beijo,
Todavia, esbarro no receio:
O encontro de nossos lábios
Há de ocasionar conseqüências,
Doidas e estarrecidas em meu viver.
Acometido pelo fogo de teus lábios,
Sou vencido por um irrefreável desejo.
Talvez o imoderado sonho tenda a não se realizar.
Minha boca em tua boca nesta viagem louca e insana,
Acarretará uma lembrança tamanha em meu viver, que até imagino:
Não mais terei paz, o beijo irá atormentar-me por toda a existência.
Mil perdões:
Pela indecisão,
Pelo excesso de amor,
E pela falta de coragem.
A razão vencendo o sentimento.
À noite me pego remoendo idéias;
Dormindo com teus lábios no pensamento,
Imaginando a chama de teus lábios carnudos
E, bloqueado por um puritanismo medieval que arde.
Quem sabe um dia ainda a tomo de surpresa e acontece!
Por enquanto vivo de ilusões e abraço a solidão com ternura.
Da cobiça, nasce o beijo, que traz consigo o desejo e a traição!
Amor meu,
Embora estranho,
Ao menos verdadeiro sou.
Envolto por pensamentos frios,
Sua imagem queima e a tentação acena.
Mas que fazer se me contraio na hora do beijo?
À minha frente paira um debilitado bloqueio masoquista.
Sinto irromper a vontade que é vencida pela insana razão.
E você sempre paciente a esperar o meu amor que não atina;
Quando o ímpeto desabrochar com veemência, sugarei teus lábios.
Perdoe-me por desconhecer os prazeres da vida e bloquear teu amor!
Paulo Izael
Enviado por Paulo Izael em 13/07/2005
Código do texto: T33860
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Izael
São Paulo - São Paulo - Brasil
206 textos (27425 leituras)
1 áudios (171 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 11:04)
Paulo Izael

Site do Escritor