Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CANÇÃO DA PROSPERIDADE**

Vamos cantar a canção da prosperidade!
A felicidade não pode esperar,
o futuro é já, o momento é agora.
Os sem teto, sem abrigo, os sem nome.
Os que ficaram no chão do caminho
Levantam-se todos! É imperativo gritar

Você que está ai atrás, venha à frente,*
junte-se a nós. Vamos cantar

Para os conformistas a conformação
para os que gostam: submissão
Para os de espírito crítico arrisco dizer:
É isso irmãos, juntem seus gritos,
despertem, lutem por si mesmos.

Você que está ai, alheio e quieto,
se toque, junte-se ao coro e cante.

Está tudo muito certo, sonolento.
O que há? Será que só eu me inquieto.
Para quem só se cala me oferto
Lhe dou o clamor bárbaro, o orgulho,
um peito aflito, a garganta e o grito.

Vamos cantar em uníssono, num rito,
a felicidade, a canção da prosperidade.

Vamos falar de novas proposições*
novas idéias, versos e novas canções
e que nelas as crianças aprendam cedo
a não esperar o futuro prometido,
querê-lo agora, sem medo, é um direito.
é brandir já a vontade de renovação.

Vamos, juntos, cantar a felicidade
para todos como nossa única razão

Que dê um passo a frente os de trás*,
os que tiveram seus sonhos mais queridos
sufocados, atados a vontades alheias.
Um passo a frente os ceifados em vida,
aqueles que a cidade negou guarida,

Vamos cantar a canção da prosperidade.
A felicidade não pode esperar.


Os versos com * são literais do poeta norte-americano Walt Whitman e o presente texto foi propositadamente inspirado na poesia "Reversais", do mesmo autor.


cp-araujo@uol.com.br
Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 13/07/2005
Reeditado em 21/10/2006
Código do texto: T33918

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Célio Pires de Araujo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1075 textos (32934 leituras)
2 e-livros (236 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:41)