Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Trajeto das pombas


Uma pomba gorjeia rotina
Dobra alto
Todo vôo de toda esquina

Padrão cores níveas
Em tantas penas
À esperança acena mais um dia

Pouso meus pés sonâmbulos
No solo do mesmo caminho
Feito de tantas pegadas sem distinguir
Velho ou menino

Olho sem me voltar
Tantos rastros sobrepostos
São trilhas recorrentes
De almas cegas _dias velozes

No alto vai minha canção
E tua recordação se esvai
Como talco ao vento

Rival de toda pista
És chão camada de passos dúbios
Nesse chão que me espera
Em digitais feito conúbio

Não é hora a cada instante
De fazer tempo
Ando por esta tarde
Tocando em pedras_
nível de meus sonhos pisoteados
leandro Soriano
Enviado por leandro Soriano em 14/07/2005
Código do texto: T34405
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
leandro Soriano
Santos - São Paulo - Brasil, 59 anos
199 textos (8367 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 01:59)
leandro Soriano