Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Chegada ou Partida

Não! Não foi assim tão ruim,
estar entre o sonho e a verdade.
Acordar com frio, sim,
transpondo o portal da saudade.

Não sei se revolta ou volta,
ou, se foi dever de partida.
O que vi de volta à volta
não sei se era morte ou vida .

No meu peito embolorado
saudade com data vencida.
punha-me em dois lados,
de um infinito resumido.

Do lado do ir embora
coube a um hiato de memória
definir, certeira, a hora
de contar e ouvir histórias.

A mão, a mim estendida,
fosse ela de quem fosse
convidava uma ida à vida
mas a asma trouxe a tosse ...

No meio de duas idas
e de uma chegada e meia
uma paixão dividida
calou-se na pré-estréia..

Na casa desta charada
onde sorriu-me o sorriso
um anjo de asa quebrada
sem um pingo de juízo...

...veio, desvencilhar-me da ida
condução em travessia
à chegada da saída
onde o medo se esvazia!

Se alguém por um acaso
também viu este anjo
com um sorriso de ocaso
e olhos que sonham banjos...

...diga-lhe que não o esqueço
dentro da minha saudade!
Ele sabe o endereço
da minha perplexidade.
Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 15/07/2005
Reeditado em 16/11/2005
Código do texto: T34433
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (11441 leituras)
1 e-livros (126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:30)
Elane Tomich

Site do Escritor