Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUE MEDO**

Eu tenho medo
de não mais perder este medo
que pensava passageiro.
De me complicar
e não saber explicar
o que não entendi.

Tenho medo de ser feliz.
De desagradar o vizinho.
De fazer barulho.
De quebrar o silêncio das dez.
De ser embrulhado.
De gostar errado.
De brochar.
De trair e ser punido.
Do além.
De dar e não receber.
De fazer o mal,
mesmo sem querer.
 
De pisar no calo dos ricos.
De famintos.
De não ter o que comer.
De ladrões.
De roubar e não poder carregar.
De possuir
e não saber dividir.
De não saber perdoar.
De perder todos os sentidos.
De me sentir perdido.

Tenho medo de tornar eterno
o passageiro.
De ter que partir
para o estrangeiro.
Tenho medo de perder a razão
De me tornar lúcido,
em vão...
De discordar de tudo.
De concordar com a lei.
De ser fora da ordem.
De promover a desordem.

De tocar acordes dissonantes.
De sonhar em alto-falantes.
Tenho medo de concordar
no momento da discórdia.
De dar corda.
De recolher a grana.
Da gana de quem nada tem.
De ser o único,
o último, o primeiro.

Tenho medo de,
ao invés de falar, calar.
De nadar contra corrente.
De boiar.
De morrer na praia.
De ser destaque, despontar.
De ninguém notar.
De ser gênio incompreendido.
De ser só mais um fudido
que nada consegue.
que não plantou a árvore,
não escreveu o livro.
Do filho não vingar.

Tenho medo das dívidas.
De assinar o cheque em branco.
De dividir
as dúvidas.
Das dádivas.
De Deus me castigar
e do diabo a quatro.

Eu tenho medo de
não mais perder este medo
que pensava passageiro.
De me complicar
e não saber explicar
o que não entendi.



cp-araujo@uol.com.br
Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 15/07/2005
Reeditado em 21/10/2006
Código do texto: T34608

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Célio Pires de Araujo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1075 textos (32926 leituras)
2 e-livros (236 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:26)